A oração de Paulo pelos Filipenses

O aumento do amor em conhecimento e percepção

Por Arlan Dantas
Categoria: Reflexões

No último texto que publiquei aqui, compartilhei um pouco da minha experiência em uma leitura conjunta do livro de Filipenses com um grupo de amigos. Dessa leitura me chamou também a atenção a oração que Paulo faz pelos irmãos Filipenses logo no primeiro capítulo, nos versos 9-11. A oração é curta, mas é muito profunda e pode servir como uma grande fonte de conhecimento para nós.

Esta é a minha oração: que o amor de vocês aumente cada vez mais em conhecimento e em toda a percepção, para discernirem o que é melhor, a fim de serem puros e irrepreensíveis até o dia de Cristo, cheios do fruto da justiça, fruto que vem por meio de Jesus Cristo, para glória e louvor de Deus.

Filipenses 1:9-11

Se a gente prestar atenção, vamos ver que o pedido de Paulo gira em torno de uma só coisa: "que o amor de vocês aumente cada vez mais", mas a forma como esse pedido é feito e o seu objetivo pode nos fazer entender melhor muitas coisas.

Primeiro, o pedido é que "[...] o amor de vocês aumente cada vez mais em conhecimento e em toda percepção [...]" (v.9), isso significa que o "aumento do amor" também faria crescer o conhecimento daquelas pessoas e a sua "percepção moral", assim elas conseguiriam identificar mais facilmente o certo e o errado e assim "discirnam o que é melhor" (v. 10) ou, como em outras traduções, "aprovem as coisas excelentes", isso quer dizer que essas pessoas conseguiriam entender melhor qual a atitude mais correta a ser tomada em cada situação.

Essa sensibilidade às situações faria com que aqueles irmãos se fizessem "puros e irrepreensíveis até o dia de Cristo". Ou seja, por eles conseguirem discernir o certo do errado, conseguiriam chegar ao dia do julgamento, ou "dia de Cristo", sem motivos pelos quais pudessem ser repreendidos.

Além de não ter motivos para serem repreendidas, as pessoas que têm o seu amor "aumentado em conhecimento e percepção" passam, por causa de Cristo, a ter atitudes que são motivo para que Deus seja louvado e glorificado, essas atitudes são chamadas aqui nesse texto de "fruto da justiça" (v. 11). Paulo também fala um pouco mais dessas atitudes na carta escrita aos irmãos da Galácia, e essa outra carta nos ajuda a entender um pouco mais desse fruto:

Mas o fruto do Espírito é amor, alegria, paz, paciência, amabilidade, bondade, fidelidade, mansidão e domínio próprio. Contra essas coisas não há lei.

Gálatas 5:22-23

A junção de tudo isso que já discutimos nos faz entender melhor como se dá o nosso processo de salvação, ao ouvirmos o Evangelho, Deus, por meio do Seu Espírito, nos convence dos pecados, nos leva ao arrependimento e produz em nós o amor por Ele e pelos nossos próximos. Assim com que somos perdoados dos nossos pecados (por causa da fé no sacrifício de Cristo), nos tornando assim irrepreensíveis, e passamos a ter uma conduta totalmente diferente (somos cheios do "fruto da justiça"), mas tudo isso como um mérito dEle e apenas para Sua glória!

Fale conosco. Hospedado pela Brasil Hospeda.