Por que Existem Tantos Cristãos Entediados com a Bíblia?

Se você tivesse que pagar cinco reais toda vez que fosse ler a sua Bíblia, de quanto seria sua conta esse mês?

Texto de Marshall Segal.
Traduzido por Kellvyn Mendes.
Categoria: Devocionais

Infelizmente, muitos cristãos amam a ideia da Bíblia, mas não realmente a Bíblia em si. Adoramos ter uma Bíblia por perto, mesmo ao alcance, mas não temos tempo para abri-la em um dia comum. Falamos sobre a leitura da Bíblia como se falássemos sobre o corte de calorias ou da limpeza da nossa casa. Ficamos gratos pelos resultados, mas não acordamos morrendo de vontade de fazer novamente. Parece uma coisa boa a se fazer, até que temos que escolher o que não vamos fazer para que tenhamos tempo para ela.

Se esse é você, você provavelmente conhece também um cristão que ama ler sua Bíblia. Eles nunca tem o suficiente dela. Até onde você sabe, a probabilidade deles ficarem um dia sem ler a Bíblia é a mesma de passar um dia sem comida. A alegre disciplina deles te condena e, se você é honesto, às vezes até te irrita. Quem em sua vida tem mais probabilidade a orar assim?

"Eu gosto de ler a Bíblia mais do que os ricos gostam de desfrutar de todas as suas casas, carros, tecnologia, e férias. Deus, sua palavra será minha primeira prioridade e foco a cada dia. Vou ler e ler a Bíblia, até que eu não possa esquecê-la. Dá-me mais graça, ó Deus, e me capacite a obedecer o que eu li. Ajude-me a ver mais hoje do que eu já tenha visto antes, mesmo nestas mesmas páginas. Eu gostaria somente de ter mais tempo para ler mais da minha Bíblia."

Isso parece com você? Ou mais provavelmente com alguém que você conhece? Você se sente em casa em um amor como esse? Ou você delegou esse tipo de personalidade e carinho para outras pessoas "mais espirituais"?

 

Deus, abra nossos olhos e corações

A oração acima é uma paráfrase de uma oração no Salmo 119:14-20:

Mais me regozijo com o caminho dos teus testemunhos do que com todas as riquezas. Meditarei nos teus preceitos e às tuas veredas terei respeito. Terei prazer nos teus decretos; não me esquecerei da tua palavra. Sê generoso para com o teu servo, para que eu viva e observe a tua palavra. Desvenda os meus olhos, para que eu contemple as maravilhas da tua lei. Sou peregrino na terra; não escondas de mim os teus mandamentos. Consumida está a minha alma por desejar, incessantemente, os teus juízos.

Ler uma oração como essa geralmente me destrói. O amor apaixonado do salmista pela palavra de Deus consegue me deixar desconfortável. O amor parece tão real, tão certo, tão bonito — e tão estranho, pelo menos em alguns dias. Por que eu acordo preocupado com o que está no Twitter, em vez de querer abrir a Bíblia? Por que estou mais animado para ler o melhor novo livro sobre o que quer que seja, em vez de o único livro com as próprias palavras de Deus? Por que ainda é mais provável que eu encontre minha identidade e valor no que eu tenho ou no que eu fiz, em vez do que Deus diz sobre mim? Por que estou entediado lendo a Bíblia enquanto o salmista está tendo o momento de sua vida?

Ele diz: "Foi-me bom ter eu passado pela aflição, para que aprendesse os teus decretos." (Salmo 119:71). O autor louva a Deus pela dor, porque ele acredita que a dor o ajudou a entender Deus e sua palavra melhor. Você já foi capaz de desenhar uma linha como essa, conectando o seu sofrimento e sua leitura da Bíblia? Ele prossegue: "Para mim vale mais a lei que procede de tua boca do que milhares de ouro ou de prata." (Salmo 119:72). E se você tivesse que pagar cinco reais cada vez que você lesse a Bíblia? Qual seria o seu orçamento bíblico este mês?

 

Por que Estamos Entediados?

Muitos de nós queremos transferir um amor como este para outros. Algumas pessoas amam a Bíblia, e algumas pessoas amam pessoas. Ou, algumas pessoas gostam de ler, e algumas pessoas gostam de servir. Mas a Bíblia, como o evangelho, não pode ser atribuída apenas para alguns. A leitura da Bíblia não é um dom espiritual como o ensino da Bíblia, ou o aconselhamento bíblico, ou falar em línguas. A leitura da Bíblia e amar é um dom (e um chamado) para todos os crentes.

O Salmo 119 não reflete um cristianismo extraordinário. Ele está nos mostrando como as pessoas que realmente amam a Deus recebem palavras verdadeiras dele. Eles percebem o impressionante dom que receberam neste livro. Quando eles abrem suas Bíblias, ou ouvem a leitura da Bíblia ou a pregação, eles podem se sentir como se o próprio Deus estivesse descendo do céu para falar com eles.

Eu admito que eu tenho dificuldade de me lembrar disso e de me sentir assim certas manhãs. Por que tantos cristãos estão entediados com a Bíblia? Porque nós esquecemos o que a Bíblia é.

John Piper lembra-nos, mais uma vez, narrando sua leitura bíblica pessoal com admiração,

Pense nisso. Maravilhe-se com isso. Fique admirado com isso. O Deus que vigia as nações, como algumas pessoas vigiam o gado ou os mercados de ações ou canteiros de obra — esse Deus ainda fala no século XXI. . . . Por essa voz, ele fala com verdade absoluta e força pessoal. Por essa voz, ele revela sua beleza totalmente insuperável. Por essa voz, ele revela os segredos mais profundos do nosso coração. Nenhuma voz em qualquer lugar a qualquer hora pode chegar tão fundo ou levantar tão alto ou levar tão longe como a voz de Deus que ouvimos na Bíblia.

Verdade absoluta. Poder pessoal e relevância. Beleza totalmente insuperável. Onisciente amor e sabedoria. Tudo a partir da mente e da boca de Deus. Tudo nas páginas de um livro que podemos segurar em uma mão.

Referências

 

Por Marshall Segal. ©2016 Desiring God Foundation. Website: desiringGod.org 

Original: http://www.desiringgod.org/articles/why-are-so-many-christians-bored-with-the-bible

(@marshallsegal) é um escritor e editor chefe no desiringGod.org. Ele é o autor de Not Yet Married: The Pursuit of Joy in Singleness & Dating (2017). Ele se formou no Bethlehem College & Seminary. Ele e sua esposa Faye tem um filho e moram em Minneapolis.

Fale conosco. Hospedado pela Brasil Hospeda.